A herança portuguesa em Goa, na Índia

03/07/2016

Coisas para Fazer

goa cathedral

Em 1510, os conquistadores portugueses, sob a liderança de Afonso de Albuquerque, desembarcaram em Goa, mudando para sempre a história e o património do Estado. Hoje em dia, a religião, a arquitetura e as tradições de Goa ainda refletem muito deste período de domínio português, e você pode ver e até caminhar por muitas das mesmas estruturas construídas por Albuquerque e seus subordinados.

O coração português de Goa colonial fica na Velha Goa. A capital portuguesa Goa, atualmente um Patrimônio Mundial da UNESCO, já foi um porto comercial maior do que Londres ou Lisboa na Europa. Epidemias generalizadas acabaram forçando os portugueses a deslocarem a capital no início do século XIX, mas partes de Velha Goa permanecem, incluindo a Basílica de Bom Jesus e a Catedral da Sé, uma igreja que levou cerca de 80 anos para ser concluída.

Quando os portugueses mudaram a capital para Panaji, em 1759, levaram junto a sua cultura. Isso fica bem evidente em Fontainhas, o bairro latino da capital. As ruas de paralelepípedos e coloridos vilarejos coloniais são muito parecidos com os da costa do Mediterrâneo. É aqui você encontrará a Capela de São Sebastião, uma igreja do início do século XIX, que atendia à comunidade portuguesa da capital.

Durante todo o período colonial de Goa, os portugueses foram forçados a defender essa colônia de forças externas – principalmente dos holandeses e marathas. Para fazer isso de uma forma eficaz, eles construíram o Forte Aguada em 1612. Dentro do forte você encontrará um farol de quatro andares de 1864, que é o mais antigo desse tipo em toda a Ásia.

Pensando em ver tudo isso pessoalmente, veja as principais coisas para fazer em Goa e planeje a sua viagem. Você pode fazer um tour para explorar a herança portuguesa de Goa, embarcar em um passeio para ver os golfinhos, andar de elefante na selva, mergulhar de snorkel e muito mais!

-Priscila Dexheimer

, ,

Comments are closed.