Além do Machu Picchu: cinco sítios arqueológicos no Peru

1-nazca Véronique Debord-Lazaro

Linhas de Nazca (imagem cortesia de Véronique Debord-Lazaro via Flickr)

Ainda que a antiga cidade de Cusco, próxima de Machu Picchu e de outras cidades incas, seja considerada a Capital Arqueológica das Américas, os turistas vão gostar de saber que o Peru oferece muito mais para aqueles que são interessados em história.  Se esse é o seu caso, fique tranquilo, uma viagem ao Peru é um prato cheio para explorar o passado de diferentes culturas por aqui! O que mais vale a pena ver:

Choquequirao

Segundo a lenda, esta isolada montanha foi a última cidade inca conquistada pelos espanhóis. Hoje, elea é parcialmente escavada e aberta para turistas. Construído no final dos anos 1400 especificamente para assemelhar-se a sua mais famosa cidade-irmã – Machu Picchu – Choquequirao exibe uma paisagem semelhante, mas com muito menos turistas, já que o seu acesso é mais limitado.

Chan Chan

Esta cidade, que se estende por 23 quilômetros quadrados ao longo do oceano Pacífico, foi a maior cidade pré-colombiana das Américas e abrigou 60 mil habitantes antes de ser dominada pelos incas em 1470 AD. As ruínas são muito ornamentadas e bem preservadas, com um magnífico complexo inteligentemente concebido para prosperar na costa árida, protegendo casas, templos e jardins submersos.

Linhas de Nazca

Localizadas ao sul de Lima, as Linhas Nzcas precedem o Machu Picchu em 2000 anos. O deserto árido foi marcado com cerca de 70 grandes figuras, incluindo um macaco, um beija-flor, uma aranha, e a “astronauta”, além de centenas de formas geométricas, tudo visível apenas a partir do ar. Reservando um vôo para admirar o local, você combiná-lo com a vista das múmias Chauchilla ou os aquedutos Cantayo Puquios, ainda em funcionamento depois de 2000 anos

Cajamarca

É a mais famosa cidade do local da batalha final do último imperador Inca, Atahualpa, e seu exército contra os espanhóis comandados por Pizarro. Apesar do exército de 80 mil incas lutar contra apenas 168 espanhóis, os útimos, surpreendentemente, ganharam sem nenhuma baixa, e os reflexos da batalha ainda são visíveis por toda a cidade. Não perca o magnífico Complejo Turistico de Banos del Inca, as piscinas térmicas, onde o imperador Atahualpa estava se banhando “com várias mulheres”, quando Pizarro chegou.

Kuelap

A alternativa no norte do Peru para a Trilha Inca é um dia de caminhada até a cidade de Kuelap, lar do misterioso Chachapoyas, ou povos da floresta das nuvens. A cidade é cerca de 600 anos mais antiga que o Machu Picchu, e com suas casas arredondadas de pedra e uma paisagem protegida por penhascos, foi provavelmente tão importante quanto ele.

-Priscila Dexheimer

,

Comments are closed.