5 Coisas que você não deve fazer em Nova York

Caso você se sinta sobrecarregado por todos os pontos turísticos de New York que você não terá tempo para encaixar em sua viagem, aqui estão algumas dicas sobre as maneiras de experimentar algumas atrações de maneira sorrateira, isto é, com menos problemas. Assim, embora estas não sejam exatamente as coisas ‘que não’ se deve fazer, são definitivamente coisas que você poderia considerar fazer de uma maneira diferente!

Nova York

Estátua da Liberdade.

1. Veja a Estátua da Liberdade. Você poderia pegar uma barca até Liberty Island (que pode demorar uma hora e meia para embarcar em época de pico), pagar as taxas e ficar com as multidões de pessoas com câmeras e ficar amontoados em elevadores… ou você poderia tomar a balsa até Staten Island (que é gratuita) e obter oportunidades de fotos um pouco mais distantes, economizando tempo e o estresse de ser conduzido como gado. Nota lateral: De qualquer forma, a Estátua está passando por uma renovação de um ano, mas aqueles que quiserem ainda podem observá-la de perto.

2. Passeio de carruagem no Central Park. Sim, é como em os seus filmes favoritos, e sim, pode ser romântico, se tudo se encaixar perfeitamente. Mas a realidade é que esses passeios podem ser muito caros (pense em mais de US$ 100 por um curto período) e, na verdade, somente revelam uma pequena porcentagem do Central Park, que é muito maior do que você pode imaginar e cheio de atividades divertidas que custam uma fração do preço do cavalo cansado e do condutor (para que você ainda terá que dar gorjeta). Em vez disso, alugue uma bicicleta e passeie por si só, faça um piquenique, veja a área recreativa ao ar livre ou apenas caminhe e veja onde você irá parar do outro lado; você terá uma experiência muito melhor (e não verá as pessoas dando risadinhas de você, que é o que sempre acontece com quem encara as atividades bregas das armadilhas turísticas).

3. Comer em um lugar famoso. Magnolia Bakery, Serendipity, qualquer coisa que você já viu várias vezes na tela grande ou pequena… esses lugares são geralmente cheios de pessoas e com preços exagerados. Você levará horas para entrar nesse segundo lugar e, embora a comida seja de fato saborosa, Nova York tem centenas de lugares saborosos! Qualquer lugar ao redor de Times Square também será bastante acima do preço, então, é muito mais vantajoso passear e encontrar cafés e lojas que sejam um pouco mais tranquilas. Mas é claro que não há nada errado em passar no Serendipity para tirar sua foto ali na frente…

NY Taxi

NY Taxi

4. Depender dos táxis. Táxis parecem úteis quando é mais tarde do que você pensou ou se você estiver ligeiramente perdido ou se o dia foi longo, mas contar com eles para a maior parte das suas necessidades de transporte não é uma boa ideia. Em primeiro lugar, embora já seja realmente fácil de pagar no cartão (existem máquinas para passar o cartão no assento traseiro), você também verá aquela temida tela onde se recomenda uma gorjeta de 10, 15 ou 20 por cento. Segundo, com o tráfego espontâneo e as diversas ruas com sentido único (e, ocasionalmente, motoristas de táxis malandros), você poderá fazer o ‘caminho mais longo’ e pagar o dobro do esperado. Por fim, a Cidade de Nova York tem um dos sistemas de metrô mais fáceis de usar, que pode parecer sujo e assustador em um primeiro momento, mas Nova York foi projetada como uma grade e há muitas opções de linhas de metrô, assim você realmente não deve andar muito a pé entre seus locais de partida e destino. O único momento em que você realmente deve se preocupar é tarde da noite, quando determinadas linhas do metrô circulam com menor frequência. Mesmo que isso acrescente um pouco de incômodo extra ao seu dia, pagar alguns dólares e cruzar a cidade toda é muito melhor do que esvaziar a carteira e ficar preso em uma avalanche de motoristas raivosos que não param de buzinar.

5. Esperar que as coisas saiam como o planejado. A Cidade de Nova York é maravilhosa, mas é um lugar louco. Sua intensidade alimenta tanto as coisas convenientes como as inconvenientes; até pode ser que alguns estereótipos de “rudes nova-iorquinos” não apareçam para você e as luzes da Broadway, as multidões mesmerizadas, os kebabs de rua e os incontáveis bolsões das subculturas sejam o suficiente para manter qualquer um entretido, mas se os seus planos mudarem, você precisará levá-los no tranco. As pessoas que vivem ali têm que lidar com o caos diariamente, muito mais do que a maioria das outras pessoas, e eles se adaptaram a isto. Assim, se você tentar não levar nada para o lado pessoal, cuidar dos seus pertences e for respeitoso em relação a assuntos delicados, não deve haver nenhum problema que você também não consiga superar!

 – A Equipe da Viator

Planejando uma viagem? Navegue na Viator em Excursões e coisas para fazer em Nova York, atrações da cidade de Nova York e recomendações de viagem para a cidade de Nova York.

,

Comments are closed.