Conheça um bar em uma igreja na Nova Zelândia

Nelson_regiao

Talvez sejam as praias de areia dourada, o verde intocado à beira-mar ou ainda o brilho da região mais ensolarada da Nova Zelândia que façam de Nelson um pedaço do paraíso. Escolha esta pontinha no topo da Ilha Sul do país como seu destino e você vai conseguir ticar todos os itens da sua lista de como se divertir nas férias. É que existem muitas coisas para fazer em Nelson. De caminhadas no meio de florestas tropicais, a passeios de caiaque ou pedaladas por vinhedos, este lugar tem atrações de encher os olhos e o estômago, com seus famosos vinhos e cervejarias artesanais.

Nelson_mar

Nelson_Flickr_chrisjtse

imagem cortesia de chrisjtse via Flickr

 

A região é considerada a capital nacional da cerveja artesanal. Isso porque os primeiros colonos europeus encontraram no clima e nas terras as condições ideias para o plantio do lúpulo. Não tem ideia do que é isso? Talvez você saiba sim, só não tenha ciência disso. Quando toma uma cervejinha, qual sabor prevalece? Geralmente o amargo. Ele vem do lúpulo, o “tempero” da cerveja. Com essa matéria-prima, a tradição de produzir a bebida virou consequência.

Pomares, vinhedos e campos de lúpulo banhados pelo sol formam um roteiro que é um banquete para apreciadores de bebida de qualidade. Cervejarias artesanais e bares locais, os famosos “pubs”, estão de portas abertas para receber turistas que podem degustar os sabores daqui.

Mas tem um pub, no centro da cidade de Nelson (uma das principais da região), que é diferente de todos os outros, um bar que talvez você nunca tenha visto. É que antes de dar as boas-vindas a clientes, o lugar recebia fiéis. Sim, ali funcionava uma igreja. Em 2009, dois fãs de cerveja resolveram comprar a capela e a converteram em um bar, o The Free House. Quem vê a estrutura do lado de fora, toda de madeira e com um belo jardim, não imagina que lá dentro exista um balcão com 10 torneiras de chopes artesanais e 3 ales, um tipo de cerveja mais aromática.

Nelson_bar

Nelson_cerveja

Nelson_interior do bar

Os donos se orgulham de serem um dos poucos pubs que não têm contrato com apenas uma cervejaria. Bom para a clientela, que fica perdida com tanta opção. A carta de cervejas artesanais do The Free House não é fixa. Desde que abriu, já foram servidos mais de 900 rótulos diferentes, produzidos em 60 cervejarias da Nova Zelândia.

A antiga igreja é um verdadeiro paraíso da cerveja artesanal, que vai fazer os amantes da bebida se sentirem no céu.

Dica: como a cozinha do pub é pequena, não tem muita variedade de comida no cardápio. Mas não se preocupe, é permitido levar refeição de casa ou comprar algo nos restaurantes da área para comer ali.

– Alessandra Stefani

, ,

Comments are closed.