Grande Muralha da China: melhores seções para visitar

china great wall 01Alguns podem até se decepcionar ao descobrir que a Grande Muralha da China não é, na verdade, visível do espaço como dizem por aí, mas isso não diminui em nada o seu status de marcos mais icônicos do mundo. Facilmente visitada a partir de Pequim, nenhuma viagem para a capital chinesa estaria completa sem uma visita a este Patrimônio Mundial da UNESCO. E, acredite se quiser, você nem precisa ter experiência com trekking para aproveitar um dia ou dois) na Grande Muralha, especialmente se optar por fazê-lo com um guia especializado local.

As temperaturas ficam mais agradáveis – e as multidões visivelmente menos expressivas – durante o outono e a primavera, mas, mesmo no auge do verão, qualquer visitante concorda que a muralha nunca perde a majestade. Algumas partes mais remotas podem até oferecer aquela distância das multidões, mas com tantas seções acessíveis, tanto restauradas quanto mantidas intactas – os viajantes podem escolher a melhor parte para visitar com base no que eles realmente gostariam de ver e fazer.

Badaling

badaling flickr Antonio Foncubierta

imagem cortesia de Antonio Foncubierta via Flickr

A maioria dos visitantes da Grande Muralha acabam vindo para a seção conhecida como Passagem de Badaling, localizada a cerca de uma hora de Pequim. Esta parte apresenta um teleférico para transportar os visitantes ao início de um trecho plano da muralha que leva a duas direções. Embora seja a parte mais popular e lotada da muralha, se você estiver atrás de conveniência e facilidade de acesso, este é um dos trechos mais recomendados.

Juyongguan

juyongguan flickr Beijing Discovery Tours

imagem cortesia de Beijing Discovery Tours via Flickr

Se você não se importa em fazer um pouco de escalada, Juyongguan é a parte mais próxima da muralha a Pequim – apenas 60 quilômetros – mas ele não tem um único trecho plano, e os degraus são bem íngremes e irregulares.

Mutianyu

mutianyu flickr Colin Capelle

imagem cortesia de Colin Capelle via Flickr

A seção de Mutianyu exige que os visitantes dedique um dia inteiro ao percurso, mas vale muito a pena pelo trecho cênico e plano da muralha, com um teleférico e bem menos multidões do que as duas já mencionadas.

Jinshanling para Simatai

jinshanling flickr Nikolaj Potanin

imagem cortesia de Nikolaj Potanin via Flickr

Embora boa parte da Grande Muralha seja oficialmente fechada para os turistas, aqueles que desejam percorrer uma parte dela podem fazê-lo entre Jinshanling e Simatai. Você poderá ver partes completamente restauradas da muralha sem disputar espaço com outros visitantes.

Jiankou

jiankou flickr Ronnie Macdonald

imagem cortesia de Ronnie Macdonald via Flickr

Ideal para os mais aventureiros, esta seção íngreme da Grande Muralha é conhecida pela sua beleza selvagem. Esta seção nunca foi restaurada desde a sua construção e a irregularidade do percurso faz com que ele seja mais recomendado para quem tem alguma experiência em trekking.

-Priscila Dexheimer
, , , ,

Comments are closed.