Milão para amantes da arte

last supper

O convento de Santa Maria delle Grazie esconde uma das joias mais preciosas da Itália

Tudo bem que muitos turistas chegam à Itália através de Milão, mas a maioria acaba não permanecendo muito tempo na cidade. Mas apesar de Milão não parecer tão singular ou charmosa quanto as cidades das colinas da Toscana, as espetaculares praias de Sardenha e os séculos de história em um museu aberto de Roma, este centro financeiro e da moda tem muito para oferecer aos seus visitantes – especialmente no quesito arte.

Milão foi governada por muitos anos por famílias como a Visconti e Sforza, e ambas costumavam patrocinar artistas de destaque. Isso fez com que Milão se tornasse um importante centro artístico italiano já a partir do século XIV. Leonardo da Vinci (que normalmente é mais associado ao seu local de nascimento, a Toscana) foi um desses artistas, e viveu e trabalhou em Milão por quase 20 anos – período durante o qual ele pintou um dos afrescos mais famosos de toda a Itália, a “Última Ceia”. Mas se engana quem pensa que isso é tudo que você vai encontrar do artista aqui: você também pode conferir o Códice Atlântico, a maior coleção de desenhos de Leonardo da Vinci em todo o mundo, na Biblioteca Ambrosiana. Para uma experiência mais aprofundada, uma excursão a pé de Leonardo da Vinci por Milão incluindo ingresso para a ‘Última Ceia’ garante que você saiba muito mais sobre esse renomado artista.

Já os fãs de ópera e amantes do teatro encontram no teatro e museu La Escala uma experiência inesquecível para descobrir os segredos de uma das mais famosas casas de ópera do mundo! O museu e a biblioteca do teatro exibem as pinturas e os instrumentos musicais dedicados aos grandes compositores italianos e você pode conferir os retratos de famosos mestres italianos, como Giuseppe Verdi e Arturo Toscanini.

Mas se o design é o que realmente lhe encanta, Milão é um lugar privilegiado para conferir influências tradicionais e modernas nos museus, galerias, hotéis e monumentos que ostentam alguns dos melhores exemplos do design italiano. Há uma infinidade de showrooms, lojas conceito, oficinas e ateliês em Milão que oferecem uma noção real do estilo e design italiano contemporâneos, seja na área de artes, ecologia, culinária ou moda, design industrial, de interiores, de iluminação ou paisagismo. Se você não tiver muito tempo para perambular por aí e descobrir por si só, é possível fazer uma excursão privada: grandes designs de Milão e deixar que especialistas lhe levem e expliquem cada detalhe.

-Priscila Dexheimer

, ,

Comments are closed.