O Red Light District

Quando se pensa em Amsterdam, além dos canais e dos coffeshops, o que vem na cabeça de qualquer um é o famoso Distrito da Luz Vermelha, ou Red Light District. Este é considerado um dos pontos turísticos de Amsterdam com visita obrigatória para todos os turistas e uma das dicas mais recorrentes quando se faz uma pesquisa do que fazer e ver na cidade.

Viator_User_Generated_48147

Esta parte da cidade normalmente atrai mais turistas do sexo masculino de qualquer idade, mas é muito comum hoje em dia, ver famílias inteiras passeando pelas ruas com crianças de colo ou muito pequenas… A cena é no mínimo muito estranha, mas quem em sã consciência visita Amsterdam e não passa pelo Red Light District? Todo mundo tem a curiosidade de passar pelo menos uma vez em uma das ruas da região e ver de perto como é o lugar.

Amsterdam é cheia de janelas enormes, mas lá no Distrito da Luz Vermelha, elas viram vitrines que expõem algumas belas – e outras nem tão belas assim – mulheres, que alugam um espaço e se exibem na janela para os turistas curiosos e para aqueles que procuram algo mais a fazer. É mais uma cena curiosa, pois parece que elas vivem neste cubículo… Algumas comem na vitrine, outras dançam com a música que ouvem e é tudo muito normal. Normal, porque na Holanda a prostituição é considerada uma profissão legalizada. As mulheres têm assistência médica e direitos trabalhistas garantidos pelo governo holandês.

Algumas regras de conduta permeiam a região, sendo a mais importante delas o aviso encontrado espalhado por todas as ruas: NUNCA tire fotos ou grave as mulheres, se não quiser causar confusão com os seguranças particulares contratados por elas, que ficam em todos os cantos vestidos como você e eu. Mas nem só das vitrines vive o bairro. Há muito mais o que fazer no Red Light District, como as casas de shows, sex shops e pubs, que permitem que fotos sejam feitas no exterior. Os letreiros luminosos, janelas fechadas e as luzes vermelhas, também são fotos obrigatórias e legais.

O bairro já foi considerado muito perigoso e hoje em dia, a situação melhorou. Dizem que depois de 1 hora da manhã as coisas costumam mudar, mas antes disso é só prestar muita atenção em bolsas, carteiras e qualquer outro bem e de preferência, andar pela região com um guia que conhece bem os caminhos.

 Luiza Ferrari

,

Comments are closed.