Descobrindo os melhores sabores de Amsterdã

1-Viator_User_Generated_99283Em uma cidade como Amsterdã, a única maneira de descobrir os verdadeiros sabores locais é contar com a ajuda de alguém que more aqui para lhe mostrar o que há de tão especial nesta região. E como não é pouco para conferir; fazer um Amsterdam Food Tour, recheado de especialidades holandesas, informações interessantes e troca de idéias entre os participantes, pode ser uma excelente idéia.

A aventura culinária começa com um lanche holandês clássico (originalmente adaptado da Bélgica) saindo de um lugar tão clássico quanto: as batatas fritas de Vleminckx Sausmeesters. Há uma variedade incrível de molhos para escolher e um dos mais populares é o Patatje Oorlog, que é de maionese, molho de amendoim e cebola crua picada. E além de se deliciar com as batatas, você tem a oportunidade de conhecer mais sobre a peculiar história do minúsculo estabelecimento.

Depois de passar pelas bancas do mercado de flores, pula-se do salgado para o doce, com uma variação do stroopwafels (biscoitos waffle finos recheados com uma camada de calda de caramelo). E tem também os hopjeswafels, a especialidade popular de uma padaria, onde os waffels são biscoitos finos e crocantes, e o recheio é mais parecido com mel.

Volta-se então para os salgados, com uma parada para um lanche clássico dos escandinavos: o arenque cru, chamado Nieuwe Haring. Ele está disponível em bancas de todos os lugares e você aprende inclusive qual é a melhor forma de saboreá-lo bem como os diferentes jeitos que ele é servido.

Mas como nenhuma aventura culinária em Amsterdã estaria completa sem uma prova de queijos, essa é uma das partes mais esperadas… uma visita a uma grande loja de queijos, que até demonstra como eles são feitos, e oferece várias amostras de diferentes tipos de queijo espalhados pela loja.

Depois de passear pelos canais e vielas estreitas da zona antiga de Amesterdã, a próxima missão é achar os bitterballen – ou uma versão dos mesmos. Basicamente, as máquinas de venda automática que funcionam com moedas, “servem” algumas opções deliciosas de tradicionais especialidades holandesas, e você não vai se arrepender de experiementar.

Para fechar com chave de ouro, a última parada é em uma destilaria, em um edifício antigo que há séculos se dedica a arte de fazer o jenever, a bebida nacional holandesa, da qual deriva o gin. Eles contam com dezenas de infusões e sabores.

-Priscila Dexheimer

 

, ,

Comments are closed.