Parque + Anfiteatro: explore a história e relaxe em Milão

Se você perguntar a qualquer italiano sobre a cidade de Milão, você provavelmente ouvirá que é uma cidade muito cinza. Sem árvores, sem parques, muitos carros, e intermináveis blocos de concreto. Mas a verdade é que existem muitos jardins e parques em Milão, só que muitos deles estão escondidos e, algumas vezes, fechados ao público.

Quando eles estão apenas escondidos, ninguém os frequenta simplesmente porque ninguém sabe da sua existência. Não é uma lástima, que nem os próprios italianos que reclamam da cidade aproveitem esses espaços? Bom, o lado positivo é que quando você for até lá, as chances de encontrar o local lotado são mínimas. Então, se você está querendo trocar o agito de Milão por um pouco de paz e descanso, visite o Parco Anfiteatro, o parque do Anfiteatro Romano.

São 12 mil m2 de campos verdes bem conservados no meio da cidade, com uma atmosfera super tranquila. O parque foi inaugurado há 10 anos, após o término da restauração das ruínas arqueológicas do Anfiteatro Romano que costumava receber até 35 mil pessoas antes de começar a ser destruído no século 5 dC.

O Anfiteatro Romano de Milão, um dos maiores conhecidos no norte da Itália, foi construído durante o século I dC. Nessa construção tipicamente romana, com uma arena central, elíptica, rodeada de arquibancadas de pedra para os espectadores, vários combates entre gladiadores, lutas entre homens e animais ferozes e execuções públicas ocorreram. Esta imponente relíquia romana teve seu anel externo despido de materiais de construção durante o século V dC, os quais mais tarde foram reutilizados em novas construções, como a da própria Basílica de San Lorenzo ali perto, ou mesmo para reforçar as muralhas da cidade. Após estudos arqueológicos recentes, alguns estudiosos acreditam que o anfiteatro ainda estava em uso até então, provavelmente como uma sede militar, já que esse era um local protegido e fortalecido.

O parque e alguns restos do Anfiteatro Romano de Milão podem ser visitados no “Parco dell’Anfiteatro Romano e Antiquarium Alda Levi di Milano”. O parque foi batizado em homenagem ao arqueólogo Alda Levi, que conduziu as primeiras escavações em 1936. Não há muita coisa visível no anfiteatro, mas alguns dos fundamentos da radial e paredes exteriores podem ser vistos, e algumas das fronteiras elípticas da parte central da arena e as paredes exteriores podem ser rastreadas na grama. Esse é um daqueles passeios em Milão especial para os amantes da históia romana, e já que você vai vir até o bairro de San Lorenzo para ver a colunata, pode muito bem caminhar mais alguns minutos para ver isso também.

1-anfiteatro romanoPara chegar lá ao local, você precisa entrar no que se parece com um prédio privado com uma grande porta de madeira e algumas placas na parede (procure pelo número 17 na rua, caso contrário você não iria adivinhar há um parque por trás dele) e ir sempre em frente até chegar a um pátio interior branco, virar à direita e pronto! A entrada é gratuita e o local está aberto de terça a sexta entre 9h e 16h30 e das 9h às 14h aos sábados.

-Priscila Dexheimer

, ,

Comments are closed.