Roteiro dos museus centrais de Barcelona

barcelona montjuic

Palácio Nacional de Barcelona, o lar do Museu Nacional de Arte da Catalunha (MNAC)

Barcelona leva a fama de ser uma ensolarada cidade costeira, cheia de atividades e atrações ao ar livre para nativos e turistas nunca caírem na monotonia, mas nem todos os dias são perfeitos para aproveitar a praia ou bater perna por aí. Quando o dia amanhecer nublado, ou frio, não tem nada melhor do que ocupar o seu tempo por aqui conferindo os museus da cidade, e são inúmeros deles, com exposições que vão da mais requintada arte europeia às divertidas figuras de cera feita à semelhança de celebridades. Foi para esses dias que preparamos um guia dos museus essenciais de Barcelona, para quando você quiser passar um dia explorando uma parte um pouco mais cultural e histórica da cidade seguindo o ritmo descontraído e criativo da cidade.

Começando pelas Ramblas, você já encontra dois museus para algumas horas de diversão, o Museu de Cera e o Museu Erótico, e encontrando réplicas como a de Henry VIII, em tamanho real, no primeiro, e ilutrações sobre a pornografia japonesa medieval, no segundo. Seguindo em frente, em direção a Plaça Catalunha, fica o Palau de la Virreina, um antigo palácio do vice-rei, que sempre oferece novas exposições de arte.

Em seguinda, você pode ir ao Bairro Gótico, lá na Plaça del Rei fica o Museu Histórico da Cidade, apresentando o melhor das ruínas romanas, entre outros artefatos históricos. E cruzando a Via Laietana, em el Born, uma deliciosa surpresa o aguarda no final da Carrer Princesa: o Museu do Chocolate. É aqui que você pode provar algumas saborosas amostras e participar de oficinas para fazer e moldar chocolate.

Ali perto, em Montcada, fica o Museu Picasso, que destaca recordações e curiosidades de Picassoa mas infelizmente sempre tem enormes filas que dão a volta na quadra para entrar – leve algo para petiscar enquanto aguarda! Também na Carrer Montcada, do outro lado da Carrer Princesa, fica o inusitado Museu do Mamute, inteiramente dedicado a esse que foi um dos maiores mamíferos a ter habitado o nosso planeta.

Depois, é hora de um apreciar um pouco de arte, e El Raval é o seu destino: com o Museu de Arte Moderna de Barcelona (MACBA) ​​e o Centro de Cultura Contemporânea (CCCB), um em frente ao outro na praça Plaça Anjos, você pode ficar mais algumas horas entretido pelo valor do material em exposição.

Ainda tem a área de Montjuic,  uma verdadeira arca do tesouro da arte moderna. O Museu Nacional de Arqueologia da Catalunha, o Museu Nacional de Arte da Catalunha (MNAC), a CaixaForum e a Fundação Miró ficam todos a uma curta caminhada uns dos outros. O MNAC é o maior museu da Catalunha, com cerca de 260 mil obras e lar da mais importante coleção de arte românica do mundo, bem como de uma grande variedade de obras-primas dos estilos gótico, renascentista e barroco. Já no novo shopping Arenas, na Plaça Espanya, quem gosta de música vai adorar o Museu do Rock.

Ah, e uma dica valiosa para quem está economizando: os museus de Barcelona tem dias/horários gratuitos! Funciona de duas formas, em alguns museus, no primeiro domingo do mês, a entrada é gratuita durante o dia inteiro, e em outros, você não paga aos domingos a partir das 15h. Vale pesquisar no site deles qual é o esquema adotado antes de plajenar a sua visita.

-Priscila Dexheimer

, , , ,

Comments are closed.